Como fazer parcelamento do FGTS 2019

Descubra agora como fazer parcelamento do FGTS 2019, então se você tem dúvidas sobre esse assunto não se desespere pois aqui vamos responder todas essas questões sobre o FGTS bem detalhado, então fique atento a este post e leia até o final.

Empresas que devem o Fundo de Garantia de Serviço (FGTS) agora poderão parcelar débitos rescisórios. O Conselho Curador do FGTS criou uma maneira de beneficiar aproximadamente 8 milhões de trabalhadores que saíram dos seus empregos e não conseguiram receber o FGTS pois o empregador não havia depositado o mesmo.

De acordo com o Ministério do Trabalho, várias empresas não depositavam os valores referentes ao FGTS e alegavam dificuldades financeiras já que a resolução do Conselho obrigava que o pagamento fosse à vista, e com isso na hora da rescisão dos funcionários eles não pagavam pois não haviam depositado o dinheiro.

Parcelar o FGTS

O que teremos neste post:

E para evitar que os empregadores deixem de pagar o FGTS, eles criaram a opção de fazer o parcelamento do FGTS para que assim nenhum trabalhador fique prejudicado. Essa regra vale somente para quem tiver com débitos até 31 de dezembro de 2017.

Como fazer parcelamento do FGTS

A Caixa fez um levantamento e mostrou que 4.845 empresas públicas e 421.012 empresas privadas estão nessa situação, o Ministério Público informou que o total de dívida desses débitos já somam mais de R$2,6 milhões.

O parcelamento do FGTS pode ser realizado de até doze vezes, mas isso vai depender do valor das rescisões da dívida do empregador com o FGTS. Por exemplo, se esse percentual for menor que 10% o valor a ser pago tem que ser a vista, não podendo haver negociação. Já se for maior que 10% os débitos podem ser parcelados mensalmente de acordo com a tabela estabelecida.

Os empregadores que possui dívidas do fundo de garantia não recebem o certificado de regularidade do FGTS, e sem esse documento as empresas não podem realizar financiamentos e nem participar de concorrências públicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *